O meu Kit Natural Anti-Piolhos

Hoje o post é dedicado às mães desesperadas que já não sabem como acabar com uma praga que assola muito frequentemente a cabeça das nossas crianças: os piolhos! Só de falar nisso já me está a dar comichões… 🙂

Pois é, lembro-me que quando era pequena havia épocas mais propícias para esta bicharada aparecer, acho que só apanhei piolhos 2 vezes e não foi particularmente traumático. A minha mãe aplicou-me o produto (o famoso Quitoso) e a coisa resolveu-se bem.

Mas hoje em dia, vá-se lá saber porquê, há piolhos durante todo a ano… Volta e meia lá recebo o email da escola a avisar de que há infestação. Felizmente já não fico assim tão preocupada quando recebo esta notícia porque descobri uma solução que parece prevenir eficazmente o aparecimento destes bicharocos. Ainda por cima, como não podia deixar de ser, de forma natural. Senti-me portanto no dever de partilhar isto convosco. 🙂

E a solução passa pelo uso de óleos essenciais. Já os uso para muitos outros fins (posso falar disso num outro post) mas comprovei que há 2 destes óleos que são muito eficazes na prevenção e tratamento da pediculose (nome clínico da infestação por piolhos). E são eles o óleo essencial de alfazema (lavanda) e o da árvore do chá (tea tree ou maleleuca). A junção dos 2 faz a dubla imbatível… Eu uso-os desta forma:

  • Para prevenção: 2 gotas de óleo essencial de tea tree + 1 gota de óleo essencial de alfazema na nuca da criança (faço-o diariamente com a minha filha antes de ir para a escola).
  • Para tratamento: A mesma combinação numa porção do champô, lavando de forma habitual. Passar depois com um pente fino molhado com algumas gotas de óleo de tea tree para remover piolhos e lêndeas.

Se tiverem interesse podem comprovar a eficácia da combinação destes 2 óleos essenciais neste estudo.

Mas os meus truques não ficam por aqui!!! 🙂 Para mães que, como eu, têm tendência para apanhar piolhos facilmente (sempre que eles apanhavam eu nunca me safava) aconselho o champo que utilizo. Já aqui vos falei dele por ser orgânico, sem químicos e deixar o cabelo solto e brilhante (já tinha testado vários antes e não tinha gostado). Mas porque é bom para evitar os piolhos? Isso descobri por acaso… No verão passado a minha filha apanhou piolhos, mas não foi uma infestaçãozinha qualquer. Começou a coçar a cabeça, como já não estava na escola não liguei muito (confesso que me andava a esquecer de colocar os óleos essenciais). Quando um dia fui ver tinha a cabeça completamente cheia!!! Nunca tinha enfrentado uma infestação tão grande e pensei logo “OK, também não me livro desta”. Mas não apanhei… Foi um mês duro a catar bicharocos na cabeça dela mas pelo menos eu fiquei livre. E não percebi porquê até me lembrar de inspecionar o rótulo do dito champô e encontrar a razão: “Maleleuca Tea Tree Leaf Oil”!

E pronto, fiquei ainda mais rendida ao meu champô e cada vez mais fã de óleos essenciais. 🙂

You may also like...